Qual é o papel da gramática?

O papel da gramática no processo de ensino-aprendizagem de uma língua estrangeira

Nomenclaturas gramaticais, classificação de orações, modos e tempos verbais, etc. devem ser estudados pelo aluno de língua estrangeira? Por quê?

De que maneira a gramática deve ser abordada em sala de aula?

Ou será que deve ser completamente abolida?

6 comentários:

Lucas Oliveira Mora disse...

Num determinado momento na evolução do ensino de línguas estrangeiras, dominou
o método da tradução e da gramática. Esse método agradava aos adultos que tinham
dificuldade em libertar-se da influência da língua materna ao praticar uma língua
estrangeira. Isso ocorreu até os idos anos 60. Hoje, cinco décadas mais tarde, o
planeta já assistiu à revolução nos métodos de ensino com o advento da sociedade
do conhecimento e da informação. Diante disso, dificilmente um estudante de língua
estrangeira, ainda que adulto, vai tolerar a monotonia de um método baseado em
progressão gramatical. Acontecia mais ou menos assim: apresentação do assunto
gramatical da aula pelo professor, apresentação das exceções e, por fim, exercícios
de fixação. A fluência no novo idioma ficava em segundo plano.

Nadir disse...

Há, pelo menos, dois perfis de estudantes de idiomas estrangeiros que desejarão estudar gramática a fundo:

1º) aqueles que, apesar dos métodos modernos de ensino de língua estrangeira e todos os recursos tecnológicos disponíveis, fazem questão de entender o funcionamento linguístico do novo idioma. Aprendem assim e devem ser respeitados.

2º) aqueles que querem tornar-se especialistas no novo idioma: os futuros professores, por exemplo.

Nos dois casos, é preciso curso e professor para esse tipo de aluno. Principalmente, quando eles procuram saciar tais necessidades pessoais com aulas particulares.

Ruben Regen disse...

É impossível aprender ou ensinar um idioma sem abordar a gramática. A maneira como é feita essa abordagem é que vai fazer a diferença. Nos métodos modernos, a gramática é trabalhada em situações de comunicação, sem que haja necessidade de estudo formal de regras gramaticais. A tendência é tornar a aquisição da língua estrangeira o mais semelhante possível ao processo de aquisição da língua materna. Quando uma criança aprende a falar a sua língua materna, ela internaliza o funcionamento da língua (regras gramaticais) através das situações de comunicação a que é exposta. E a gramática da língua é passada de maneira implícita.

Devemos observar também que, quando uma criança brasileira diz "eu fazi" ao invés de "eu fiz", o pai ou a mãe corrige logo. Isso é ensinar/aprender gramática. O mesmo ocorre na sala de aula de língua estrangeira.

Sebastian Fonseca disse...

Quando se trata de ensino/aprendizagem de línguas estrangeiras, não podemos ser dogmáticos. A criança aprende sua língua materna inconscientemente e naturalmente. Isso é um trunfo! O adulto faz esforço consciente para aprender uma língua estrangeira. Isso também é um trunfo! Exercícios de gramática visando praticar determinadas noções e estruturas podem ser muito úteis (na língua materna também!). De preferência, devem ser apresentados aos alunos de maneira contextualizada.

Robin Blumen disse...

Quando os métodos de ensino de língua estrangeira eram baseados numa progressão gramatical, não havia muito espaço para a conversação durante as aulas e os alunos aprendiam o idioma de acordo com as normas gramaticais do registro culto. Com o advento das novas tecnologias, hoje a tendência é aprender o novo idioma tal qual ele é falado no dia a dia. O registro culto passa a interessar quando o aluno atinge o nível avançado do curso. Nesse momento, aprender a gramática normativa é imprescindível. Mas as técnicas devem ser modernas para não entediar o aluno que não tem a mínima pretensão de se tornar um profissional/especialista do idioma estrangeiro. Não quer dizer que no nível iniciante a gramática seja abolida, mas é vista de modo implícito.

IDIOMASTER disse...

Quer você queira tornar-se um especialista na gramática do idioma estrangeiro da sua preferência, quer você queira aprender somente o suficiente para falar e escrever bem ou prestar um concurso, a IDIOMASTER tem o método e o professor adequados para o seu perfil. Procure-nos! Teremos o prazer em atendê-lo.

Recent Posts

http://www.add-digital.com.br/blog/como-usar-o-mp3-player-do-google-em-seu-site/ -Player do google para site

Wikipedia

Resultados da pesquisa