O valor de uma certificação

Aprender a falar e escrever num novo idioma não é suficiente:  é preciso obter uma certificação...

Qual seria o interesse em obter uma certificação de aprendizagem de uma língua estrangeira?

A obtenção de um certificado ou diploma seria uma boa meta ao inscrever-se num curso de idiomas?

Existiriam desvantagens em focar seus estudos na obtenção de um certificado?

De que maneira preparar-se para exames auxilia os alunos na aquisição da língua estrangeira estudada?

Que certificados almejar? Ou será que todos se equivalem?

E finalmente, como e onde preparar-se para tais exames?

11 comentários:

Teresa Monteiro disse...

Normalmente, quando é necessário o conhecimento de uma língua estrangeira para ocupar um cargo numa determinada empresa, os candidatos submetem-se a testes orais e escritos (às vezes só a testes orais, outras vezes só a testes escritos, dependendo da necessidade da firma). Assim sendo, o mais importante, sem a menor sombra de dúvida, é aprender o idioma. Certificados vêm por acréscimo.

Amanda Muller Garcia disse...

O ideal é quando o aluno estuda a língua estrangeira por prazer. A aprendizagem flui, nesse caso. Mas quando o aluno precisa de uma motivação, pouco importa que ela seja a obtenção de um certificado. O importante é que tal motivação o levará a tornar-se bilíngue.

Juan disse...

A verdade é que certificados de proficiência em língua estrangeira enriquecem o currículo. Além disso, muitas vezes, eles são condição sine qua non para inscrever-se numa universidade estrangeira.

Nadir disse...

Certificados ou diplomas de proficiência numa língua estrangeira com reconhecimento internacional constituem um trunfo no mundo acadêmico, no mercado de trabalho e no âmbito pessoal. Além disso, preparar-se para os exames periodicamente (Exemplo: Níveis A1, A2, B1, B2, C1 e C2 do Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas) serve como motor para a progressão dos estudos, propiciando ao aluno autoconfiança, sensação positiva de meta alcançada e impulso necessário para a conclusão do nível seguinte.

Alberto Guedes da Silva disse...

E quando o aluno fica reprovado numa dessas provas, Nadir? O resultado pode ser desencorajamento, sentimento de fracasso, de que não é capaz e até mesmo falta de autoestima. Em princípio, nada há contra esses exames. No entanto, é preciso um professor qualificado para acompanhar e avaliar se o aluno está preparado para as provas. Do contrário, o resultado será perda de tempo, de dinheiro (eles não são grátis) e muita frustração. Tudo não passará de um estresse desnecessário. E, muitas vezes, o aluno nem precisa de tais certificados na vida prática.

Numa aula em grupo, normalmente o professor se omite quanto a informar ao aluno que ele ainda não está preparado. O aluno poderia sentir-se discriminado, já que há colegas de turma, no mesmo nível que ele, que já estão preparados.

Joaquim Octavio Oliveira disse...

Seguem abaixo os certificados mais requisitados. Cada um deles, possui centros autorizados espalhados pelo mundo todo. O candidato deve procurar um centro autorizado (o mais próximo de sua residência ou trabalho) referente ao certificado que deseja para maiores informações e inscrições. Poderá informar-se também no curso onde estuda ou com o seu professor. É preciso ficar claro que você poderá preparar-se para os exames com o professor ou curso de sua preferência. Se for autodidata, poderá até preparar-se sozinho. O importante é não deixar de familiarizar-se com os tipos de testes que compõem cada exame.

Joaquim Octavio Oliveira disse...

Língua Inglesa:

Cambridge CPE - Certificate of Proficiency in English - : Para quem precisa provar que possui um inglês excepcional. O foco do exame é no nível C2 do Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas. O Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas (CEFR) é um padrão internacional utilizado para descrever habilidades linguísticas. É utilizado no mundo todo para descrever as habilidades de um aluno na língua.

Michigan ECPE - Examination for the Certificate of Proficiency in English - Os detentores deste certificado encontram-se no nível C2 do Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas e tem habilidades linguísticas comparáveis aos que possuem o Cambridge CPE. A diferença é que aqui, a língua usada no teste, é o inglês americano.


Test of English as a Foreign Language (TOEFL) ou Teste de Inglês como uma Língua Estrangeira é um exame que tem o objetivo de avaliar o potencial individual de falar e entender o inglês em nível acadêmico. É requerido para a maior parte dos estudantes estrangeiros que tentam ingressar em uma universidade de um país em que inglês é a primeira língua. Além disso, instituições como agências governamentais, empresas e programas de estudo podem exigir o teste. A nota no TOEFL é válida por apenas dois anos - após esse prazo, ela é eliminada do banco de dados.

Joaquim Octavio Oliveira disse...


Língua Francesa:
DELF/DALF
O DELF - Diploma de Estudos em Língua Francesa e o DALF - Diploma Aprofundado de Língua Francesa
são os diplomas oficiais do Ministério da Educação Nacional francês para certificar as competências em francês dos candidatos estrangeiros.
O DELF / DALF compõem-se de 6 diplomas independentes que posicionam os candidatos em um dos seis níveis do Quadro Europeu Comum de Referência para as línguas (CECR), que vai do nível A1 (introdutório) ao nível C2 (de domínio da língua).

Joaquim Octavio Oliveira disse...


Língua Espanhola
Os Diplomas de Espanhol como Língua Estrangeira (DELE) são títulos oficiais de espanhol com reconhecimento internacional, outorgados pelo Instituto Cervantes em nome do Ministério de Educação, Cultura e Esporte. Os níveis dos DELE também correspondem aos níveis do Quadro de Referência Comum Europeu para o ensino de Línguas.

Joaquim Octavio Oliveira disse...


Língua Alemã:
O TestDaF é um exame de língua destinado a alunos de alemão como língua estrangeira que desejam cursar uma universidade na Alemanha ou que, em geral, necessitam de um comprovante reconhecido internacionalmente sobre seus conhecimentos lingüísticos.

O TestDaF é um exame desenvolvido e avaliado na central do TestDaF-Institut em Hagen e é aplicado mundialmente por centros autorizados em aproximadamente 80 países.
Os níveis do TestDaf correspondem aos níveis B 2.1 a C 1.2 do Quadro de Referência Comum Europeu para o Ensino de Línguas desenvolvido pelo Conselho Europeu.

Coordenador Idiomaster disse...

Você pretende estudar no exterior e precisa de um certificado de proficiência numa língua estrangeira? Ou o certificado desejado está sendo exigido pela empresa onde trabalha ou pretende trabalhar? Pode ser também que você queira coroar o bom êxito nos estudos do seu idioma estrangeiro preferido com um certificado à altura do seu esforço. Sejam quais forem os seus motivos, venha para a IDIOMASTER! Aqui você saberá com precisão se já está preparado para os exames do diploma almejado. Cuidaremos de torná-lo familiarizado com os tipos de testes a que será submetido para obter o certificado ou diploma em questão. Não haverá perda de tempo nem de dinheiro. Na IDIOMASTER, o seu sucesso é garantido!

Recent Posts

http://www.add-digital.com.br/blog/como-usar-o-mp3-player-do-google-em-seu-site/ -Player do google para site

Wikipedia

Resultados da pesquisa